Layout by:

Fresh Designs

Sábado, 19 de Abril de 2014

Fairytale ~ 8

                - Mateus podemos ir embora?

                Todos ficaram a olhar para Francisca mas esta não se deixou abalar.

                - Podemos? – Perguntou de novo.

                - Sim, claro. – Respondeu Mateus, levantando-se da mesa.

                Francisca levantou-se também e pegou no seu casaco e na sua mala, sem reparar que Catarina se aproximava.

                - Há algum problema? – Perguntou ela.

                - É só que eu não me sinto muito bem. Doi-me a barriga. – Mentiu Francisca.

                - Mas alguma coisa que eu fiz estava mal? Eu juro que estava tudo dentro do prazo de validade.

                - Não, estava tudo bom. Deve ter sido alguma coisa que comi ao almoço.

                - Está bem. As melhoras. – Disse Catarina, sorrindo.

                Mateus deu a mão a Francisca e os dois sairam, despedindo-se dos seus amigos antes. Os dois foram para a casa de Mateus e mal entraram, foram para o seu quarto.

                - Queres que te faça um chá? – Perguntou Mateus, fechando a porta do quarto.

                - Não, eu estou bem. Na verdade, não estou mal disposta.

                - Então porque é que disseste que estavas?

                - Porque eu queria ir-me embora daquela casa.

                - Porquê?

                - Porquê? Tu ainda perguntas? Não vais dizer que não reparaste na maneira como ela falava contigo, te tocava,...

                - Eu sei. Por acaso senti-me um bocado desconfortável.

                - Eu não a quero perto de ti.

                - Isso é impossivel Francisca, nós moramos lado a lado.

                - Mas quero que tu a evites o mais possivel. Eu odeio-a! – Exclamou Francisca, caminhando em direção à janela com vista para a casa de Catarina.

                - Tu não me podes proibir de ver ou estar com alguém. E se eu prometer que não a deixo atirar-se a mim?

                Francisca suspirou, vendo os seus amigos sairem da casa de Catarina, sorrindo, bastante contentes, sem se apecerber que Mateus chegava atrás dela, abraçando-a na cintura.

                - Eu não confio nela. – Disse Francisca.

                - Eu amo-te a ti. E só a ti. – Jurou Mateus.

                Francisca virou-se, encarando Mateus. Olhou nos seus olhos castanhos que ela tanto adorava e sorriu, sabendo que nunca perderia o seu namorado. Agarrou-se ao seu pescoço e beijou-o, enquanto os dois sorriam.

-------------------------------------

                - Despacha-te!

                - Olha, deixa-me relembrar-te que se não fosse eu tu nunca te lembrarias de nada disto, por isso tem calma.

                - Está bem Rute, mas por favor despacha-te! Eu estou a ficar nervoso!

                - Tem calma Mateus, vai correr tudo bem.

                - Espera... tu estás a ser simpática para mim?

                - És um idiota. – Disse Rute, desligando a chamada, ouvindo o riso de Mateus do outro lado da linha. – Francisca despacha-te! Senão depois não temos lugar para estacionar o carro. – Gritou Rute, ao fim das escadas.

                Poucos segundos depois, Francisca desceu as escadas, vestida com um vestido vermelho, o cabelo ondulado, uma clutch preta e peep toes também pretos.

                - Então, como é que eu estou? – Perguntou ela.

                - Estás linda! – Exclamou Rute.

                - Vamos?

                - Claro!

                As duas amigas sairam de casa de Francisca, entrando logo no carro de Rute. Depois de alguns minutos na estrada, Francisca notou em algo estranho.

                - Rute, tu não disseste que nós íamos ao L’Alouette?

                - E vamos.

                - Então porque é que passámos a saída para lá?

                - Francisca não te preocupes, nós vamos ao L’Alouette. Apenas vamos a outro sitio primeiro.

                - Onde?

---------------------------------------------------------------

No próximo capitulo vai acontecer uma coisa, provavelmente a minha parte preferida nesta sequela. Fiquem atentos e tentem adivinhar o que é!


Maятa às 18:23

Link do post | Comentar

5 comentários:
De Sara a 19 de Abril de 2014 às 18:37
é o pedido!!! quero mais quero mais :)


De twilight_pr a 19 de Abril de 2014 às 18:44
Gostei imenso!
Estou ansiosa para saber mais :)


De anna williams a 19 de Abril de 2014 às 18:49
É o pedido de casamento, finalmente!!
Estou curiosa, quero maaaais :))


De apenasdesejo a 19 de Abril de 2014 às 21:46
Finalmente iihhihi
gostei muito,querida!


De Miguel Alexandre Pereira a 28 de Abril de 2014 às 17:24
como sempre está fantástico, estou a gostar imenso! já estou ansioso para o próximo, acho que vem aí algo em grande :)


Comentar post