Layout by:

Fresh Designs

Domingo, 7 de Setembro de 2014

Fairytale ~ 17 (último)

               O seu tio agora já estava a chorar e deixou cair a sua arma no chão, deixando o seu corpo dormente cair também, ficando de joelhos. Os dois homens que o acompanhavam baixaram as armas, um pouco a medo e Duarte e Gonçalo também o fizeram, sem saber bem como reagir a esta revelação. As três raparigas no corredor não sabiam o que fazer, mas Francisca viu agora uma oportunidade de ir ter com Mateus. Correu para dentro do quarto e atirou-se para cima da cama, abraçando Mateus e chorando um pouco de alivio, um pouco de surpresa. O homem a chorar compulsivamente no chão, acalmou-se um pouco e levantou-se, encarando Mateus, agora liberto do abraço da namorada. Virou-se e saiu do quarto.

                - Vamos rapazes. Missão cancelada. – Disse ele aos dois homens que o acompanharam.

                Os três sairam da casa e Laura ficou. Rute e Maria foram ter com os seus namorados.

                - Mas o que é que acabou de se passar aqui? – Perguntou Rute.

                - Nem eu sei. – Respondeu Duarte, beixando-lhe a testa.

                - Eu peço imensa desculpa por tudo. Eu sei que não é suficiente, mas se houver alguma coisa que eu possa fazer para vos recompensar, aposto que toda a minha família o faria. – Disse Laura.

                - Nós ainda estamos muito abalados. Não sabemos bem o que fazer... – Respondeu Mateus.

                - Não vão fazer nada de mal à minha família, pois não? – Perguntou Laura, um pouco a medo.

                Mateus olhou para Duarte e Laura seguiu o seu olhar, virando-se para o encarar.

                - Não... não te preocupes. Não vamos fazer mal à tua família. – Respondeu Duarte.

                Laura suspirou de alivio.

--------------------------------------------------------------

                - Não sei como é que eu ainda confio em ti depois de me teres traído.

                - Eu fui contar o teu plano todo ao Mateus e ao seu gang mas não digas que não gostas da tua nova vida.

                - Nunca pensei que estragares os meus planos tivesse um resultado tão bom. É tipico teu Rúben.

                Rúben sorriu e deu a mão a Catarina.

                - Vamos começar uma nova vida juntos. – Disse Rúben.

                Catarina assentiu com a cabeça e sorriu, pondo os seus óculos de sol e olhando pela janela do taxi, admirando os prédios da sua nova cidade, Roma.

-------------------------------------------------

                1 ANO DEPOIS

                - O que é que falta? – Perguntou Rute.

                - Deixa ver, uma coisa emprestada, certo. Uma coisa nova, certo. Uma coisa velha, certo. Uma coisa azul... é isso que falta! Uma coisa azul! – Exclamou Maria.

                Rute apressou-se para a sua mala de acessórios e encontrou uma pulseira em prata com pedras azuis.

                - Perfeito. Francisca, põe isto.

                Francisca pegou na pulseira e po-la no pulso direito.

                - Agora sim, estás perfeita. – Comentou Rute.

                Francisca suspirou, nervosa e olhou-se ao espelho pela primeira vez desde que tinha começado a arranjar-se. Ao olhar-se de cima a baixo faltava-lhe a respiração. Pela primeira vez em muitos anos, Francisca sentia-se linda e como se fosse a mulher mais bonita do mundo. Aquele era o seu dia e não havia nada que o pudesse estragar. Ao ver o seu vestido, branco como a neve, os seus caracóis leves e perfeitos, o seu véu comprido e os seus sapatos reluzentes, Francisca tentou ao máximo impedir uma lágrima de cair.

                - Tu estás linda. Este é o teu dia. Sê feliz. – Disse Maria. – Bem, eu vou lá para fora ter com os rapazes.

                Assim que Maria saiu, Rute pegou nas mãos da amiga e mal se olharam nos olhos começaram a chorar.

                - Hoje é o dia D! Eu nem acredito que a minha menina se vai casar! – Exclamou Rute.

                - Nem eu acredito!

                - Mas vá, não podemos chorar, olha a maquilhagem!

                Rute sorriu de orelha a orelha e abraçou a amiga com uma força tremenda que quase a esmagava. Rute foi avisar que já estava tudo pronto para irem para baixo. O casamento seria no jardim de um hotel, especialmente reservado para a ocasião. No grande jardim já estava tudo pronto. Só faltava os convidados sentarem-se e assim já se podia começar a cerimónia. Rute e Maria iam avisando as pessoas que já se podiam sentar, antes avisando Mateus que já podia ocupar o seu sitio. Os pais e padrasto de Francisca subiram até ao quarto onde ela estava para a verem e acompanharem até ao jardim. Quando já todos estavam sentados, a marcha nupcial começou a tocar e todos se viraram para trás. Mateus não conseguia esconder o seu nervosismo e já começava a ficar impaciente. Primeiramente, entraram a mãe e padrasto de Francisca e sentaram-se nos seus lugares. De seguida, entrou a pequena prima de Francisca segurando um pequeno cestinho com as alianças e logo a seguir entrou o elemento mais esperado da cerimónia. Francisca entrou, de braço dado com o seu pai, e Mateus foi a primeira pessoa que ela viu. Este não conseguia conter a sua felicidade e o seu sorriso era do tamanho do mundo. Atrás de Francisca vinha a sua madrinha de casamento Rute. Francisca finalmente chegou ao pé de Mateus e quando os dois se olharam nos olhos, Mateus não aguentou ficar calado.

                - Estás linda.

                Francisca sorriu ainda mais do que estava a sorrir.

                - Amo-te. – Disse Mateus.

                - Também te amo. – Respondeu Francisca.

 


Maятa às 13:20

Link do post | Comentar

4 comentários:
De twilight_pr a 7 de Setembro de 2014 às 13:39
ADOREI!
SIMPLESMENTE ADOREI ADOREI ADOREI!


De Sara a 7 de Setembro de 2014 às 15:12
que lindo, acabou tudo tão bem!
adoro finais felizes :)


De anna williams a 7 de Setembro de 2014 às 21:02
Oh, que bonito que ficou! :)
Gostei imensoo desta fic*

Reabri o meu blog de fanfics, remodelado e na minha opinião, melhor. O novo link é: http://towerofwriting.blogs.sapo.pt/ espero que gostes e acompanhes :D


De francis marie a 8 de Setembro de 2014 às 19:37
Awww adorei tanto esta fic, é tão linda! ^^
Agora que a fic acabou, quero agradecer-te, mais uma vez, por teres dado o meu nome à personagem principal, foi algo bastante querido da tua parte, muito obrigada <3
Meu twitter: @franciscampc


Comentar post