Layout by:

Fresh Designs

Domingo, 27 de Janeiro de 2013

Bad Boy ~ 16

                - Desculpa. Eu nunca quis que nada disto tivesse acontecido. Naquele dia estava muito nervosa e triste e pensei que aquilo que o teu pai queria era o melhor... mas depois de tantos anos sem ti, vi que não era. Senti muito a tua falta. E o teu pai também, apesar de não o demonstrar muito...

                - Eu sei. O pai sempre foi assim. Eu vim cá porque queria apresentar-te uma pessoa especial.

                Ambos sorriram e olharam para mim. Eu sorri também.

                - Ainda não me apresentei! Sou a Patrícia, a mãe do Mateus.

                - Muito gosto em conhecê-la. Sou a Francisca, a namorada do seu filho. – Disse eu, com um grande sorriso.

                - Então e o Júlio? Onde é que ele está? – Perguntou Mateus.

                - Está no quarto. Podes ir lá. Pensando bem, podias mostrar a casa à Francisca.

                Ele levantou-se e pegou na minha mão, puxando-me para que me levantasse. Subimos umas escadas até ao andar de cima e fomos à primeira porta que vimos.

                - Este era o meu quarto. Ainda está intacto. Nem pó tem...

                - Hóquei? É a única coisa que vejo aqui...

                Paredes, cama, chão, teto, tudo era forrado a este tema.

                - Era um grande fã... e ainda sou.

                Saímos e fomos à porta ao lado.

                - Este é o quarto dos meus pais. É o maior da casa.

                Estava muito bem decorado em tons pastel. Uma cama enorme e uma varanda foi o que mais despertou a minha atenção. Saímos e fomos a outro quarto. Mal Mateus abriu a porta, o sorriso desapareceu e uma expressão triste ocupou a sua cara.

                - Este era o quarto da Carlota...

                Paredes cor de rosa, peluches por todo o lado e fotos dela com amigos e família estavam espalhadas um pouco por todo o lado. Eu pus a minha mão no ombro do Mateus, mostrando que estava ali para ele. Saímos e mal ele fechou a porta, vi uma lágrima a escorrer. Limpei-a com o polegar e dei-lhe um abraço que durou uma eternidade. Quando já estávamos recompostos, fomos à última porta que havia. Mateus bateu à porta e depois entrou, gritando um “Olá mano!” mal entrou. Um rapaz alto, louro, com olhos castanhos iguais aos do Mateus, levantou-se de uma cadeira em frente a um computador e abraçou Mateus com uma força que eu pensei que o ia esmagar.

                - Mateus!

                - Já não nos viamos à tanto tempo! Cresceste imenso.

                Libertaram-se um do outro.

                - Quando nós nos vimos pela última vez eu tinha 11 anos. Agora tenho 15. O que é que estás aqui a fazer?

                - Vim apresentar-vos uma pessoa.

                E o rapaz louro olhou para mim e caminhou na minha direção.

                - Olá. – Disse ele, sorrindo e estendendo a sua mão.

                - Olá. Sou a Francisca. – Disse eu, apertando a sua mão.

                Sorriamos os dois e eu reparei que ele era muito bonito.

                - Vê lá se a guardas bem, Mateus. Eu ainda ta roubo. – Disse ele, virando-se para Mateus.

                - É, vê lá tu se não te acontece nada...

                - Mateus! – Exclamei eu.

                Ele olhou para mim com um sorriso de quem estava a brincar e eu sorri de volta, mostrando que também estava a brincar. Saímos os três e dirigimo-nos à sala de estar. Eu decidi ir à cozinha, ver se Patrícia precisava de ajuda com a comida. Limpando as mãos a um pano verde, ela respondeu-me:

                - Podes cortar as batatas.

                Dando-me um saco de plástico com batatas e uma faca, comecei a descascá-las enquanto que Patrícia me ajudava, descascando algumas também. Entretanto, ela começou a falar comigo.

                - Então, à quanto tempo é que namoram?

                - Duas semanas e meia, mais ou menos.

                - E como é que se conheceram?

                - Encontrámo-nos, simplesmente.

                - E... sabes de tudo aquilo que existe na vida dele?

                - Sim... – Disse eu, num suspiro.

                - Sabes, eu não me orgulho, mas ele é e sempre será meu filho e amo-o com todo o meu coração. Sabes daquilo que se passou com a Carlota? – Perguntou ela. Notei que a voz dela quebrou um pouco quando disse o nome da sua filha.

                - Sim, sei. Foi muito triste...


Maятa às 17:18

Link do post | Comentar

13 comentários:
De ♥ Cátia ♥ a 27 de Janeiro de 2013 às 17:55
Adorei +.+
Provavelmente vou publicar o 1º capitulo hoje ou amanhã, estou apenas a acaba-lo :)


De ♥ Cátia ♥ a 27 de Janeiro de 2013 às 18:39
http://unkowngirl.blogs.sapo.pt/873.html
Ora ai está o primeiro capítulo :)


De Susana a 27 de Janeiro de 2013 às 19:40
Adoro mesmo esta fic! costumas postar um capítulo por semana? :)


De Maятa a 27 de Janeiro de 2013 às 19:43
Não. Simplesmente posto quando me apetece e hoje apeteceu-me hahaha


De Susana a 27 de Janeiro de 2013 às 19:47
ahh certo certo, mas a sério, excelente trabalho! continua ! :)


De Maятa a 27 de Janeiro de 2013 às 19:48
Obrigada. :) Nem imaginas o quanto isso significa para mim... Não tens blog? Como é que descobriste o meu?


De Susana a 27 de Janeiro de 2013 às 19:52
Não, não tenho, também não tenho muito jeito por isso...olha encontrei-o por acaso e ainda bem que o encontrei. Já li todas as histórias e gostei de todas elas mas esta é mesmo a minha preferida ihihi :D


De Maятa a 27 de Janeiro de 2013 às 19:54
Obrigada! Escrevo-as todas com muito amor e carinho pelos leitores. Por seres tão querida um dia até vais ter uma personagem com o teu nome, como aconteceu com a Francisca.


De Susana a 27 de Janeiro de 2013 às 20:01
Ahahaha muito obrigada, ficarei muito grata :D


De Maятa a 27 de Janeiro de 2013 às 20:02
E pode acontecer mais depressa do que aquilo que pensas... E já estou a falar demais... hahaha


De Susana a 27 de Janeiro de 2013 às 20:16
ahahahah :D


De ♥ Cátia ♥ a 30 de Janeiro de 2013 às 15:26
Publiquei o 2ºcapitulo, beijinhos :))
http://unkowngirl.blogs.sapo.pt/1040.html


De ♥ Cátia ♥ a 3 de Fevereiro de 2013 às 14:18
3º Capitulo publicado, acho que não ficou muito bom mas pronto, espero que gostes :)
http://unkowngirl.blogs.sapo.pt/1314.html


Comentar post