Layout by:

Fresh Designs

Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

Bad boy ~ 14

- Não, não esqueço. O que foi?

- Tu podias… ter morrido. Se eu não chegasse a tempo… podias estar morta neste momento.

Ele baixou a cabeça e eu pus-lhe a mão no queixo levantando a cara dele. Inclinei-me para o beijar e de repente ouvimos sirenes. Mateus liga o carro e arranca, a alta velocidade.

- Temos de sair daqui! A polícia não me pode apanhar!

Com a velocidade do carro, fiquei um pouco tonta. Quando chegamos a casa do Mateus, eu estava quase a desmaiar. Senti algo a bater-me no braço o que me fez acordar.

- Francisca, estás bem?

- Estou…

Mateus saiu do carro, deu a volta para o meu lado e ajudou-me a sair. Eu saí aos tropeções e se não fosse o Mateus, eu já tinha caído. Subimos umas escadas e depois finalmente chegámos a casa do Mateus. Fomos para a sala e ele ajudou-me a sentar no sofá. Duarte e Gonçalo, que deviam estar na cozinha, entram na sala.

- Mateus, é melhor ela ir para casa. – Disse Duarte.

- Eu sei. Só queria ter a certeza de que se a policia nos seguisse não iam parar a casa dela.

Mateus ajudou-me de novo a levantar-me e fomos para o carro dele, o Alpha que tínhamos usado anteriormente.

- Mateus, podíamos ir a pé. A minha casa é aqui perto.

- Não, não podíamos. Achas que estás em condições de dar mais do que dois passos direitos?

Eu abanei a cabeça em negação. Fomos calados o resto da viagem. Quando chegamos a minha casa, ele ajudou-me a entrar em casa, subir as escadas, e deitou-me na cama. Ele sentou-se ao meu lado e deu-me um beijo na testa.

- Até amanhã. – Disse ele, enquanto se afastava.

- Não vás! – Gritei eu, agarrando no braço dele com toda a força que tinha. – Fica comigo. Por favor.

Ele aproximou-se e deitou-se ao meu lado. Eu adormeci, agarrada a ele, com um braço em volta do seu tronco e um braço dele na minha cintura.

Acordei com o som de algo a cair. Olhei para o meu lado e não vi o Mateus. Fiquei assustada. Levantei a cabeça e vi que ele estava ao pé da cómoda. Uma jarra com cristais dentro que costumava estar lá em cima, estava agora caída no chão. Não se tinha partido, pois era feita de um vidro bastante resistente mas os cristais estavam espalhados pelo chão.

- O que é que estás a fazer? – Perguntei eu.

- Estava só a ver mas escorregou-me das mãos e caiu. Acordei-te? Desculpa.

Ele aproximou-se e deu-me um beijo na bochecha mas eu puxei-o e dei-lhe um beijo na boca. Depois de nos separarmos, ele sorriu.

- Vejo que estás melhor. – Disse ele.

Eu sorri também.

- Francisca, o que aconteceu ontem… desculpa.

- Desculpa, porquê?

- Eu devia ter previsto aquilo e devia ter-te protegido.

- Tu não podias adivinhar. A culpa não foi tua.

- Mesmo assim. Eu prometi a mim mesmo que te ia proteger.

- A sério? – Disse eu, a sorrir.

- Sim… - Disse ele, aproximando-se para me beijar.

Depois de um longo e encantador beijo, eu levantei-me e fui escolher a roupa para usar nesse dia. Peguei nuns calções de ganga verdes e uma t-shirt amarela com uns desenhos na frente. Dirigi-me à casa de banho e antes de abrir a porta olhei para o Mateus.

- Queres vir? – Perguntei eu, com um olhar atrevido.

Ele sorriu atrevidamente e levantou-se vindo ter comigo. Abraçou-me por trás e beijou-me o pescoço quando de repente o seu telemóvel toca. Suspiramos os dois em desagrado.

- O que foi? – Disse Mateus, atendendo a chamada.

- Ei, calma! Estás com a Francisca? – Perguntou Duarte.

- Estou, porquê?

- Queria perguntar se ela está bem.

- Sim, sim, está bem.

- Ouve, divertiste-te esta noite? – Perguntou Duarte, rindo-se.

- Duarte! Não tens nada a ver com isso! Para além do mais ela adormeceu logo.

- Adormeceu? Deve ter sido uma seca, então…

- Não é isso! Adormeceu mal se deitou na cama! Não fizemos nada.

- Ah. Então, adeus e vê se não dormes em casa outra vez, se sabes do que é que eu estou a falar…

- Cala-te. Adeus.

Mateus desligou a chamada e eu olhei para ele.

- De que é que tu estavas a falar?

- Não era nada. Parvoíces do Duarte.

- Pois…

Eu entro na casa de banho e fecho a porta.

- EI! Então! Eu também não ia contigo? – Grita o Mateus do lado de fora.

- Não estou com disposição!

- Mas ainda agora estavas!

- Mas agora já não estou!

Dispo as roupas que estava a usar e entro no poliban. Deixo a água escorrer por algum tempo e só depois é que começo por lavar o cabelo.

---------------

Enquanto almoçávamos uma das pizzas que a minha mãe tinha deixado, eu puxei um assunto do qual não falávamos há algum tempo.

- Mateus, não queres ver a tua família outra vez?

Ele olhou para mim com uma cara de surpresa.

- Francisca, eu não sei como é que eles iriam reagir quando me vissem.

- Nem nunca vais saber se não tentares.

Ele olhou para baixo e continuou a comer. Depois de almoço, fomos ver televisão e do nada, Mateus fala.

- Ah, Francisca, esqueci-me de te dizer! A tua amiga Rute ajudou-nos, ontem.

- A Rute? Como?

- Ela avisou-me de que estava a falar contigo e de repente tu desapareceste. Não fez muito mas ao menos fiquei a saber antes de chegar a casa, por isso tive mais tempo para pensar naquilo que ia fazer.

Fiquei calada. Ele olhou para mim e pôs uma mão na minha perna. Eu olhei para ele.

- Devias ligar-lhe.

Olhei para baixo. Peguei no meu telemóvel e marquei o número da Rute. Depois de alguns toques, ela atendeu.


Maятa às 20:36

Link do post | Comentar

7 comentários:
De francis marie a 21 de Novembro de 2012 às 18:02
ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII :D


De anna williams a 1 de Dezembro de 2012 às 19:56
Obrigado pelo apoio. Sim, vai tudo ficar bem :)


De francis marie a 15 de Dezembro de 2012 às 20:29
publiquei o capitulo três (:


De anna williams a 18 de Dezembro de 2012 às 18:16
Obrigada pela dica! Muito obrigada, ihih :)
Vou começar a postar a minha nova fic, gostava que acompanhesses, deixa o teu comentário aqui: http://anafearless.blogs.sapo.pt/ , vou ficar à tua espera!
beijinhos *


De apenasdesejo a 30 de Dezembro de 2012 às 19:51
Deixei um selo no meu blog para ti (:


De francis marie a 4 de Janeiro de 2013 às 19:57
Capitulo seis , publicado ^^


De apenasdesejo a 4 de Janeiro de 2013 às 20:47
Bom ano^^
Beijnhos


Comentar post