Layout by:

Fresh Designs

Domingo, 29 de Dezembro de 2013

Nothing Like Us 5 ~ 4

                - E ela, o que é que disse?

                - Não falámos muito...

                - Mas gostaste dela? Para vires com esse sorriso...

                - Se gostei! – Respondeu Zé, com um grande sorriso.

---------------------------------------------

                Paula saiu da casa de banho e foi a correr para o pátio. Mal se sentou, todos os seus amigos notaram que ela tinha um grande sorriso.

                - O que foi? – Perguntou Daniela.

                - Vocês nem imaginam o que aconteceu!

                - Se nos contares se calhar adivinhamos... – Respondeu Érica.

                - Eu acabei de falar com o rapaz do baile!

                Daniela, Érica, Hélder e Lucas pareciam muito confusos mas Camila e Nuno, não.

                - Falaste com ele? O que é que ele disse? – Perguntou Camila.

                - Esperem aí! Que rapaz é que estão a falar? – Perguntou Érica.

                - No baile, um rapaz pediu-me para dançar com ele e eu fui. Daniela, lembras-te do rapaz com quem eu estava quando me foram avisar que a Érica não estava bem?

                - Sim, vagamente... – Respondeu Daniela.

                - E então, o que é que ele te disse? – Repetiu Camila.

                - Ele tinha o meu brinco. Ele deu-mo, dissemos os nossos nomes e depois eu fui a correr para a casa de banho.

                - E não disseram mais nada? – Perguntou Nuno.

                Paula abanou a cabeça negativamente.

                - Eu nunca o vi. Ele é giro, ao menos? – Perguntou Érica.

                - É lindo! Tem um cabelo mesmo bonito e uns olhos mesmo lindos e... – Paula parou de falar quando olhou para a entrada do pátio.

                Zé entrava no pátio com os amigos. Este não reparou que Paula estava ali, nem os amigos dele. Mas Paula não parava de olhar para ele e assim que os seus amigos se aperceberam, olharam na direção que Paula estava a olhar.

                - Qual deles é que é? – Perguntou Hélder.

                - O do casaco azul. – Respondeu Paula.

                - Meu Deus... – Suspirou Érica.

                - Mesmo... – Suspirou também Paula.

---------------------------------------

                Era um sábado bastante quente e Paula decidiu interromper os estudos e dar uma volta pela praia. Não era muito longe da sua casa, por isso ela chegou lá rápido. Caminhou um pouco à beira mar e depois decidiu ir a um café. Sentou-se na esplanada e esperou que a viessem atender. Passado alguns minutos, um empregado chegou, com um bloco na mão.

                - Boa tarde, o que vai desejar? – Disse o empregado.

                - Boa tarde, queria... Tu? – Admirou-se Paula, quando viu quem era o empregado.

                - Eu trabalho aqui aos fins de semana. – Disse Zé.

                - E quando é que acaba o teu turno?

                - Daqui a 15 minutos. Porquê?

                - É que assim podias sentar-te aqui um bocadinho comigo. Podiamos conhecer-nos melhor... Se tu quiseres, é claro.

                - Sim, quero.

                - Então, para já, traz-me uma água por favor.

                Zé assentiu com a cabeça e foi buscar o pedido de Paula. Durante os minutos que restavam até Zé acabar o turno, Paula via-o a trabalhar. Ele fascinava-a. A maneira simpática como falava com os clientes. O calor vindo do seu olhar que fazia com que as raparigas se derretessem aos seus pés. Paula não conseguia evitar sentir ciúmes de umas raparigas com quem Zé falava agora. Elas pareciam bastante interessadas nele. Paula olhou para o seu relógio e viu que o turno de Zé já estava a acabar. Quase instantaneamente, Zé afastou-se da mesa onde as raparigas estavam e foi para dentro do café, sorrindo a Paula quando passou por ela. Poucos minutos depois, Zé veio ter com Paula e sentou-se numa cadeira em frente a ela.

                - Então, o que se passa? Estás com uma cara séria. – Disse Zé.

                - Aquelas raparigas pareciam muito interessadas em ti. E agora não param de olhar para aqui.

                - E isso incomoda-te? – Perguntou Zé, sorrindo levemente.

                - Não! Que parvoice! Apenas acho que não precisavam de fazer estas figuras tristes.

                Zé riu-se. Paula estava claramente com ciúmes e Zé percebeu.

                - O que foi? – Perguntou Paula.

                - Nada, nada. Então, conta-me mais sobre ti.


Maятa às 20:40

Link do post | Comentar

3 comentários:
De twilight_pr a 29 de Dezembro de 2013 às 21:08
Gostei imenso, e devo dizer que queria saber mais sobre ele, ainda por cima acabas assim o capítulo?!
Eu queria saber mais sobre ele! E sobre ela claro, mas sobre ele!
Beijinhos, espero ansiosa para mais.


De apenasdesejo a 30 de Dezembro de 2013 às 15:18
Já postei as minhas prendinhas :b
beijinho*


De anna williams a 31 de Dezembro de 2013 às 12:41
Gostei do capítulo.
Fiquei curiosa! Quero saber mais acerca dele, pareceu-me uma pessoa interessante :)
Posta rápido, beijocas*


Comentar post