Layout by:

Fresh Designs

Segunda-feira, 25 de Março de 2013

Nothing Like Us 2 ~ 2

                - Mas felizmente o Luis estava lá. – Disse Hélder.

                As outras raparigas olharam para o rapaz sentado na poltrona, sorrindo para elas.

                - Olá. Sou o Luis.

                - Camila.

                - Paula.

                - Daniela.

                O médico entrou no quarto naquele momento. Era um homem com idade à volta dos 30 e com cabelo preto e olhos castanhos com um sorriso simpático.

                - Que bom que já acordaste. Estavas com falta de ferro mas já está tudo estabilizado. Já podes ir para casa.

                Érica sorriu, assim como todos os outros e levantou-se, pegando na sua carteira e saindo do quarto com a ajuda de Camila e Daniela, pois ainda não estava recuperada a 100%. Enquanto esperava na sala de espera que o Hélder acabasse a chamada para os pais a dizer para os virem buscar e as suas três amigas falavam com a rececionista, dando baixa de que Érica já ia sair, ela estava sentada ao lado de Luis e ocorreu-lhe uma dúvida.

                - Luis, como é que eu vim para cá? Não vim numa ambulância, presumo, senão eles tinham reparado no barulho das sirenes e tinham percebido o que se passava. Mas eles só vieram quando lhes ligaste...

                - Eu trouxe-te no meu carro.

                - Porque é que não chamaste uma ambulância?

                - Não sei... a minha primeira reação foi meter-te no meu carro. Chegava-mos cá mais depressa assim.

                - Pois é.

                As raparigas foram ter com Érica e Luis e Hélder entrou e fez-lhes sinal para sairem, pois os seus pais já tinham chegado. Caminharam em direção ao carro preto que estava à porta do hospital e Érica entrou para o banco de trás, juntamente com Hélder e Camila, enquanto que Paula e Daniela foram no carro de Luis.

                - Então, como é que está? – Perguntou a mãe do Hélder, virando-se para Érica.

                - Estou bem, obrigada.

                - Foi só um susto. – Completou Camila.

                Ambos os carros seguiram em fila assim que Luis chegou com o seu carro. Passado alguns minutos já estavam em casa de Érica. As suas amigas ajudaram-na a sair do carro e a entrar em casa. Os seus pais estavam na sala e quando a viram chegar, ao vê-la naquele estado, ficaram preocupados.

                - O que é que aconteceu? – Perguntou a sua mãe.

                - Ela desmaiou e foi ao hospital mas agora está tudo bem. – Respondeu Paula.

                - Mas ninguém nos avisou? Deviam ter dito alguma coisa! – Protestou o pai de Érica.

                - Não achámos que fosse importante. Se ela ficasse lá, então sim, nós avisávamos, mas não foi nada de grave. – Justificou-se Daniela.

                Érica foi para o quarto e mal se deitou, adormeceu logo.

-------------------------

                Estava a chegar à escola quando ouviu alguém a chamar por ela. Virou-se e viu que era Hélder.

                - Bom dia. Estás melhor? – Perguntou ele.

                - Estou, obrigada. – Respondeu Érica.

                - Eu precisava de te pedir uma coisa. Sabes aquele meu amigo, o Luis? Ele pediu-me uma coisa.

                - O que é que ele te pediu?

                - O teu número. Posso dar-lho? Olha que eu acho que ele gostou de ti...

                Érica sorriu, sem notar.

                - Sim, podes dar-lhe o meu número.

                - Obrigada. Não queria fazer nada sem tu saberes. Já estamos atrasados, vamos?

                Érica acenou com a cabeça e os dois começaram a caminhar para a escola. Quando chegaram à sala, foram ter com as outras raparigas que já estavam sentadas.

                - Bom dia. – Cumprimentou-as Érica.

                - Bom dia. – Responderam todas.

                Hélder deu um beijo a Camila e foi-se sentar no seu lugar habitual.

                - Meninas, tenho uma coisa para vos contar. Mas conto-vos no intervalo.

                Elas sorriram e consentiram. O professor entrou na sala e começou a aula. Camila, que estava ao lado de Érica conseguia sentir que esta estava bastante feliz e contente mas não sabia porquê. Provavelmente teria a ver com aquilo que ela lhes queria contar no intervalo. 


Maятa às 18:57

Link do post | Comentar

4 comentários:
De francis marie a 25 de Março de 2013 às 21:59
aiaiaiaiaiaiaiaiaiaaiia AMEI *-------------------*
Como sempre xd


De twilight_pr a 27 de Março de 2013 às 00:17
Adorei!
Espero que a Érica e o Luis fiquem juntos :)
Beijinhos


De Joana a 27 de Março de 2013 às 18:12
Adorei mesmo! Continua :D


De anna williams a 28 de Março de 2013 às 00:00
Ai meu deus, ainda não tinha lido, que cabeça a minha o:
Gostar não chega! Adorei e digo-te já que estou ansiosa pelo próximo :b
Érica e Luís, aiaiaiaiaiai *-*
beijinhos


Comentar post