Layout by:

Fresh Designs

Sexta-feira, 8 de Março de 2013

Nothing Like Us 1 ~ 5

                - Eu acho que estás com sede, não estás?

                E nesse momento, Cátia deu um copo com água a Tatiana que o deixou cair em cima de Camila enquanto as três se riam. Tatiana pousou o copo no lavatório e saiu com Cátia, mas Susana ficou para trás. Pegou em lenços de papel e deu alguns para a mão de Camila.

                - Limpa-te depressa. E não contes a ninguém que eu te estou a ajudar. – Disse ela enquanto tentava secar o cabelo de Camila.

                Susana deitou os lenços molhados na sanita e saiu a correr, mas antes murmurou a Camila:

                - Desculpa...

                Camila secou-se o melhor que pôde e depois tentou arranjar-se. Ainda não estava no seu melhor, o que a fez desatar a chorar, mas nesse preciso momento entraram as suas amigas Érica, Daniela e Paula.

                - O que é que te aconteceu? – Perguntou Daniela?

                - Nada.

                - Não nos mintas Camila! – Exclamou Érica.

                - Foi a Tatiana, não foi? – Perguntou Paula.

                Camila baixou a cabeça e começou a chorar. Todas as suas amigas a abraçaram num apertado e caloroso abraço.

                - Não te preocupes, nós vamos ajudar-te. – Disse Érica.

                As raparigas desfizeram o abraço e Érica retirou o seu estojo de maquilhagem da mala, Paula retirou a escova de cabelo que levava normalmente para manter o seu cabelo loiro bem tratado e Daniela foi ao cacifo de Camila buscar umas peças de roupa subresselentes que ela costuma ter, caso algo do este género acontecesse. De ambos os conjuntos de verão e inverno que viu, escolheu uma saia preta de cintura subida e uma blusa sem mangas com um coração estampado no centro. Sabiam que iam chegar atrasadas de qualquer maneira por isso fizeram tudo com calma. Paula penteou Camila com todo o cuidado deixando o cabelo secar suavemente, Érica voltou a maquilhá-la com todos os produtos que conseguia encontrar na sua pequena bolsa, e Daniela ajudou-a a vestir-se no final de tudo. Quando estavam prontas para sair, Camila parou diante do espelho a admirar-se. Nunca se tinha sentido tão bonita. Sairam da casa de banho e foram para a sala. Estavam apenas 10 minutos atrasadas. Daniela bateu à porta e pediu licença para entrar. Entraram as quatro amigas e Camila foi a última a entrar. Todos notaram que estava diferente desde a aula anterior e ela própria reparou nos olhares de espanto e surpresa dos colegas rapazes. Todos pareciam gostar do novo look de Camila, exceto Tatiana. Tinha uma cara de desagrado e de raiva. Camila sentou-se e olhou de relance para Susana que estava do outro lado da sala. Esta sorria-lhe, mostrando-se contente por ela estar bem. Camila sabia que nem Susana nem Cátia eram tão más como Tatiana. Apenas eram amigas desde criança e agora viam-se “obrigadas” a cumprir com os desejos maléficos da amiga, ou arriscavam-se a que esta espalhasse boatos pela escola inteira. Tatiana podia ser muito má e mesquinha, até para aqueles de quem gosta, quando não tem aquilo que quer. Depois da aula foi hora de almoço e o resto das aulas à tarde correram bem. Cada vez que Camila passava pelos corredores, todos os rapazes ficavam a olhar para ela. Normalmente ela não se maquilhava tanto nem arranjava o cabelo assim. Devia ser essa a razão de tanto espanto, e só agora. Depois das aulas e como era habitual, Camila foi guardar os seus livros no cacifo, pronta para ir arrumar as salas. Enquanto pousava um dos livros, Camila sentiu alguém atrás dela mas pensou que fosse impressão sua. Logo a seguir, sentiu um braço rodear a sua cintura e quando olhou, os seus olhos castanhos encontraram-se com os verdes de Hélder.

                - Então, vamos? – Perguntou ele.

                - Sim...

                Camila fechou o seu cacifo e foi para a primeira sala, acompanhada por Hélder. Começaram a varrer o chão e depois limparam as mesas com um produto azul que cheirava muito mal.

                - Nem sei como é que aguentas com este cheiro – Quiexou-se Hélder.

                - É do hábito. Nos primeiros dias também fui assim.

                - Porque é que tu te voluntariaste para fazer isto?

                - Porque naquela altura eu não andava bem emocionalmente e não queria ficar em casa porque de 5 em 5 minutos eu discutia com a minha mãe...

                - Podias ter vindo falar comigo...

                Camila suspirou. Não queria falar mais daquilo com medo de chegar a algum ponto em que não conseguisse escapar, a não ser falar dos seus sentimentos.

                - O que é que aconteceu no primeiro intervalo? Depois chegaste à aula completamente diferente. Estavas muito bonita... estás sempre mas hoje estavas ainda mais...

                Camila nem podia acreditar que aquele rapaz, o rapaz que ela gostava, que fora em tempos seu amigo, estava a elogiá-la. Ela corou e baixou a cabeça sorrindo.

                - Obrigada. E aconteceu um pequeno acidente. Com a torneira da casa de banho. Foi um desastre. Fiquei toda molhada.

                - Havias de ver a cara da Tatiana quando te viu. Ela não gosta mesmo nada de ti.

                - Ela tem ciúmes por teres andado comigo hoje.

                - Ela tem ciúmes de todas as raparigas que chegam perto de mim.

                Os dois já estavam quase a acabar de limpar todas as mesas. Só faltava uma.

                - Quem é que limpa a última? Eu não me importo, visto que tu não gostas do cheiro... – Disse Camila.


Maятa às 17:44

Link do post | Comentar

4 comentários:
De ♥ Cátia ♥ a 8 de Março de 2013 às 18:06
Adorei, e obrigada por teres dado o meu nome a uma das personagens ;)


De francis marie a 8 de Março de 2013 às 18:24
Nossa adorei , o Hélder deve ter olhado muito... já me calei xD
Adorei muito ,está perfeito e ah! quero muito mais *---*


De twilight_pr a 8 de Março de 2013 às 18:56
Comecei agora a ler e estou a adorar!
Beijinhos ^^


De Jaly a 10 de Março de 2013 às 20:41
Mas quando é que eles ficam juntos? ahah
Estou curiosa! :)
Essa Tatiana é mesmo má. Infelizmente também existem pessoas assim na vida real...
Beijinhos*


Comentar post