Layout by:

Fresh Designs

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2013

Nothing Like Us 1 ~ 4

Olá a todos! Só quero informar-vos que já acabei de escrever a segunda temporada e já iniciei a terceira. Acho que vocês vão adorar o conceito que eu criei e que só vão descobrir quando a segunda temporada começar. Desculpem lá fazer isto, mas eu tenho a mania de começar a dizer as coisas e depois não acabar ou não contar tudo... Mas quero deixar-vos interessados. Outra coisa: neste capitulo entra uma nova personagem com o nome de uma leitora do blog, porque eu gosto de vos homenagear dando o vosso nome a uma personagem. E sem dar conta também homenageei algumas leitoras(sim porque existem por aqui muitas Anas) no último capitulo.Espero que gostem!

 

--------------------------------------------------------------------------------

               

               A mãe de Camila chamava-os para o jantar. Desceram e naquela noite nunca mais se falaram, exceto para se despedirem. À entrada da porta, Hélder abraçou Camila e disse-lhe “Adeus” com um daqueles seus sorrisos especiais. Camila voltou ao seu quarto e deitou-se na cama, lembrando-se daquele jantar. Em dois dias eles tinham falado mais do que em 4 anos. Foi para a cama e adormeceu a sonhar no que poderia acontecer a partir daqui.

-----------------

                Já tinha passado uma semana e Hélder ainda não tinha falado com ela de novo. Sorriam um para o outro muitas vezes, como costumavam fazer, e era só isso. Porém, naquele dia,  a professora de Português decidiu formar grupos de trabalho. E, por coincidência, Camila e Hélder ficaram juntos. Érica saiu da sua mesa e foi para outra, com o seu colega de trabalho, deixando aquele lugar disponível para Hélder. Ele sentou-se e virou-se para Camila, sorrindo, mostrando aquelas covinhas que fizeram Camila baixar o olhar.

                - Entao, vamos trabalhar? – Perguntou ele.

                - Sim, vamos. Temos de ler este texto e fazer as perguntas do funcionamento de língua.

                - Está bem. Então vamos começar.

                “Enfiaram” a cabeça no livro e a meio da leitura, Camila sentiu que alguém olhava para ela. Levantou a cabeça e discretamente olhou à sua volta. Os seus olhos pararam quando viram Tatiana a olhar para ela com ar de quem a quer matar. Camila suspirou de nervosismo e voltou à sua leitura. Hélder reparou que Camila estava um pouco nervosa e inquieta, por isso tocou-lhe no braço, fazendo com que ela olhasse para ele. As bochechas de Camila ficaram vermelhas ao toque de Hélder no seu braço, mas mesmo assim não as escondeu.

                - Estás bem? – Perguntou ele.

                - Sim, porque é que perguntas isso?

                - Sinto que estás estranha...

                - É só impressão tua...

                Hélder tirou a mão do braço de Camila e continuou a leitura.

                Depois da aula, no intervalo, Camila ia para o seu cacifo quando alguém lhe tocou no ombro. Instantaneamente, ela virou-se e deparou-se com um mar verde vindo dos olhos de Hélder. E como sempre, tinha aquele sorriso que a deixava com as pernas a tremer.

                - Hélder, não achas que não devias estar a falar comigo? Se os teus amigos nos veem...

                - Não te preocupes, porque eu também não me preocupo. Eu queria pedir-te desculpa por te ter ignorado tantas vezes esta semana e não ter falado contigo mas é que eu não estava com cabeça para nada. Sabes que a Tatiana ainda não veio falar comigo...

                - A sério? Isso é tão mau... Vais ver que se calhar é por ela não saber o que dizer. Mais tarde ou mais cedo ela vai voltar.

                - Não sei, Camila, não sei... Olha, o que eu queria mesmo falar contigo era para te perguntar se eu te posso ajudar com aquilo de arrumar as salas para as aulas da noite...

                - Tu queres ajudar-me? A que propósito?

                - Eu quero reavivar a nossa amizade.

                Aquelas palavras apanharam Camila de surpresa.

                - Primeiro tens de ir à direção preencher um formulário.

                - Está bem. Vens lá comigo agora?

                - Tens a certeza de que queres ser visto comigo?

                - Deixa-te disso, anda. – Disse ele, agarrando suavemente no braço de Camila.

                Enquanto percorriam os corredores, todos olhavam e todos comentavam. Em apenas segundos, o boato de que Hélder e Camila andavam juntos chegou aos ouvidos de Susana, a melhor amiga de Tatiana. Ela correu a escola inteira à procura da amiga e quando finalmente a encontrou, disse tudo o que sabia num abrir e fechar de olhos. Tatiana ficou fula e levantou-se da cadeira da cafetaria onde estava sentada.

                - O que é que vais fazer? – Perguntou Susana.

                - Vou tratar daquela miúda.

                Hélder e Camila estavam a sair da direção quando os amigos dele o chamaram.

                - Eu tenho de ir. Até logo Camila.

                E nisto Hélder afastou-se e foi ter com os seus amigos. Camila foi à casa de banho antes de ir para a aula e mal entrou viu Tatiana com as suas duas amigas habituais, em frente aos espelhos. Mal ela entrou, as três olharam para ela e Camila sentiu que algo não estava ou não ia correr bem.

                - Olha quem ela é. Já acabaste de comer o meu namorado? – Insinuou Tatiana.

                - Eu não fiz nada. E ele não é teu namorado.

                - Pois não, não é. Mas espera mais uns dias e vais ver que ele não aguenta mais tempo sem mim. – Disse ela com um sorriso malicioso.

                Camila dirigiu-se a uma das casas de banho mas Tatiana foi mais rápida e intersetou-lhe o caminho.

                - Onde é que pensas que vais? Ainda não acabei de falar contigo.

                A respiração de Camila ficou mais acelarada e esta começava a ficar nervosa.


Maятa às 23:23

Link do post | Comentar

4 comentários:
De ♥ Cátia ♥ a 1 de Março de 2013 às 14:08
Adorei :)
E agora vai haver porrada? Estou preocupada com a Camila, publica depressa ;)


De francis marie a 1 de Março de 2013 às 15:50
ADOREIII *----------------------*


De anna williams a 1 de Março de 2013 às 20:29
OMG, estou ansiosa! *-*
Gostei imenso, posta rápido o:
beijinhos*


De Jaly a 6 de Março de 2013 às 18:39
Cá estou eu como prometi :p (tarde mas vim xD )
Depois de ler este capítulo achei que se adequava bastante ao quotidiano porque todas nós, na nossa adolescência, já passámos ou conhecemos alguém que passou por uma situação idêntica.
Gosto do suspense que deixas no final dos capítulos. Deixa-nos curiosos para saber o que se vai passar a seguir.
Nota-se que gostas de escrever, por isso continua! :)
Beijinhos*


Comentar post