Layout by:

Fresh Designs

Domingo, 24 de Fevereiro de 2013

Nothing Like Us 1 ~ 3

Olá a todos! A segunda temporada da fic já está quase acabada. E finalmente alguém descobriu quem é o Hélder e a Tatiana! Foi a Francisca. Por acaso estava a espera que ela descobrisse. Não vos vou revelar quem são as personagens, pelo menos para já, pois eu quero que leiam a minha fic e fiquem interessados nela e não em descobrir quem são as personagens. Obrigada por lerem e espero que gostem!

-----------------------------------------------

 

                Pouco depois chegou Tatiana. Como estava chateada com Hélder, foi sentar-se noutro lugar. Ao chegar à mesa livre, passou por Camila e como não podia deixar de ser, deitou a sua mala ao chão. Disse um “Desculpa” que pareceu muito sarcástico e começou a rir-se, tal como os seus colegas. Exceto Hélder. Ele foi o único que não se riu, tal como as amigas de Camila. Érica, em defesa da amiga, levantou-se e começou a discutir com Tatiana.

                - Vê por onde andas!

                - Foi sem querer! – Disse Tatiana, ironicamente.

                - Não, não foi! Vê se tens mais cuidado porque qualquer dia ainda te arranco esses cabelinhos louros UM POR UM! – Gritou Érica.

                - Ai que medo! Fazes isso e eu faço queixa ao diretor.

                - Mas eu não disse que o ia fazer dentro da escola...

                Naquele momento, a professora entrou na sala e Érica sentou-se, enquanto Tatiana murmurava “Isto não fica assim”, antes de se ir sentar no seu lugar.

                Durante o dia inteiro, Camila foi aguentando as bocas de Tatiana e os olhares que ela lhe lançava. Finalmente, depois da última aula, Camila despediu-se das amigas e foi para casa. Quando chegou, os seus pais já estavam a preparar o jantar. Estavam muito atarefados na cozinha, por isso Camila decidiu ir para o quarto. Fez os trabalhos de casa, estudou um pouco para o teste e depois, preparando-se para ouvir música, a sua mãe bateu à porta.

                - Entre!

                - Sou eu filha. Olha, os nossos convidados já chegaram.

                Camila suspirou e saiu do quarto devagar. Foi descendo as escadas com a esperança de ser alguém que ela goste e ainda nem tinha entrado na sala quando ouve uma voz muito familiar. Abriu a boca de espanto e murmurou para si própria “Eles? Oh meu Deus...” e entrou na sala, com um sorriso reservado. Olhou para as caras conhecidas à sua frente. Uma senhora de cabelos negros e olhos verdes a quem Camila chamava ‘Mamã Ana’ pois era uma segunda mãe para si; um senhor alto de cabelo escuro e olhos castanhos, um pouco mais gordinho do que quando o viu pela última vez; e ele, sorrindo, mostrando aquelas covinhas que fazem com que qualquer rapariga derretesse. Cumprimentou os dois aldutos na sala, não escapando aos elogios que lhe iam sendo dados.

                - Estás tão bonita! – Disse Ana. – Da última vez que te vi eras tão pequenina! E o Hélder contou-me que tu tens tirado boas notas.

                - Na altura já eras muito inteligente. – Continuou Diogo. – Mas agora és inteligente e bonita! Já eras bonita, mas agora estás ainda mais.

                - Obrigada. – Agradeceu Camila.

                - Querida, nós vamos ficar a falar aqui enquanto o jantar não está pronto. Podias ir para o teu quarto com o Hélder. – Sugestionou a mãe de Camila.

                - Está bem...

                Camila olhou para Hélder e fez um gesto com a cabeça para que ele a seguisse. Subiram as escadas e entraram no grande quarto verde, roxo e azul. Ao entrar, Hélder abriu a boca de espanto.

                - Uau. Está muito diferente. Pintaste as paredes, tens nova decoração... mudou imenso.

                - Eu cresci. – Disse Camila, sentando-se na cama.

                - Eu sei, mas o meu quarto, por exemplo, está basicamente igual. – Disse Hélder, sentando-se ao lado de Camila.

                Com todos cadeirões que existiam no quarto, ele tinha de se sentar mesmo ao lado dela. Tentou afastar-se um pouco, de maneira a não fazer alguma coisa que se arrependa, por causa dos nervos. Sentiu o seu corpo a ficar mais quente e as borboletas na barriga a voarem sem parar. Apesar desta reação, tentou continuar a conversa, para não dar nas vistas.

                - Então aposto que nunca levaste lá os teus amigos, porque se bem me lembro, aquilo seria um desastre total! Perderias a tua reputação num instante.

                - Não sei porque é que toda a gente acha que faço parte dos “populares”. Não temos esse tipo de coisas cá em Portugal...

                - Até podemos não ter, mas tu és o rapaz mais popular da escola e para além do mais, namoras com a rapariga mais popular da escola...

                - Não, não namoro...

                - Ainda não fizeram as pazes?

                - Não. Já nos chateámos muitas vezes e sou sempre eu a querer voltar. Desta vez, tem de ser ela. Não vou ser mais brando. Se ela realmente gostar de mim, vem ter comigo num abrir e fechar de olhos.

                “Bem podes esperar sentado...” pensou Camila. Ela sabia que Tatiana só estava com ele por causa da reputação. Ouvira isso numa conversa que ela teve com as amigas, na casa de banho. Elas não sabiam que Camila estava lá, e ainda bem.

                - Vais ver que tudo se vai resolver. – Encorajou-o Camila.

                - Como é que depois daquilo que ela te fez hoje tu ainda defendes a nossa relação?

                - Não me interessa saber se ela está bem ou se a vossa relação está bem. Se tu és feliz com ela, só isso é que me interessa.

                Hélder olhou-a de uma maneira que Camila ia jurar ter visto algo nos olhos dele que nunca tinha visto. A verdade é que nem Hélder conseguia explicar mas naquele momento, deu-lhe uma vontade enorme de beijar Camila. Estavam os dois bastante perto e era fácil de concretizar esse desejo. Mas Hélder conteve-se. Ouviram um grito vindo do andar de baixo. 


Maятa às 20:55

Link do post | Comentar

3 comentários:
De ♥ Cátia ♥ a 24 de Fevereiro de 2013 às 21:15
UH +.+
Espectacular, gostei imenso, continua ;)


De Ana✿ a 24 de Fevereiro de 2013 às 21:16
Tenho gostado mto do que tenho lido!


De francis marie a 24 de Fevereiro de 2013 às 21:21
o beijo podia ter acontecido , oh :c
AMEEEEEEEIIIIIIII *------------*


Comentar post